citologia

 Introdução

Todos os seres vivos são formados por células. Eles podem ser unicelulares (formados por apenas uma célula) ou pluricelulares (formados por várias células).

Informações sobre a célula animal 

A célula é a menor unidade do ser vivo. No corpo humano há diferentes tipos de células, e cada tipo, desempenha uma função específica visando a manutenção da vida no organismo.

Quase todas as células possuem características comuns em relação a sua forma, tais como: membrana plasmática, citoplasma e núcleo. Vale lembrar que estas características estão presentes tanto na célula animal quanto na vegetal.

A membrana plasmática é o envoltório da célula, é através dela que a célula ganha sua forma e seleciona as substâncias que entrarão ou sairão de seu interior (tudo que entra ou saí da célula tem que atravessar esta membrana). 

O citoplasma é composto por uma parte fluida onde ocorrem muitas reações químicas necessárias à vida da célula, ele engloba tudo o que há na célula desde a membrana plasmática até o núcleo, incluindo as organelas (órgãos das células). 

As organelas presentes no citoplasma de uma célula animal são:

- Lisossomos: atuam na digestão de substâncias orgânicas.
- Vacúolos: participam da digestão intracelular.
- Retículo endoplasmático liso: tem as funções de fazer a síntese de lipídios, além de transportar e armazenar substâncias.
- Retículo endoplasmático rugoso: faz a síntese de proteínas.
- Centríolos: atuam no processe de divisão celular além de originar flagelos e cílios.
- Complexo de Golgi: executa a secreção celular, além de formar o acrossoma e o lisossomo.
- Ribossomos: fazem a síntese de proteínas;
- Peroxissomos: processam reações oxidativas, atuando no processo de desintoxicação celular;
- Mitocôndrias: realizam a respiração celular.

O núcleo controla as funções das células, ele possui envoltório duplo e poros nucleares que fazem o controle do que se dirige de dentro dele ao citoplasma ou vice-versa. A grande maioria das células do corpo tem apenas um núcleo; contudo, há células que não o possuem (este é caso dos glóbulos vermelhos) e há ainda aquelas que possuem vários (células musculoesqueléticas).

Curiosidade

Aproximadamente 75 trilhões de células formam um ser humano adulto.


Membrana Plasmática

De forma simples, podemos definir a membrana plasmática como envoltório celular. Este envoltório será o responsável pela forma da célula e pelas substâncias que entram e saem dela.

Composição e outras características 

Sua composição química é lipoprotéica (gordura + proteína), porém, esta não se dá de forma homogênea.

Há dois tipos de substância que atravessam a membrana plasmática: as hidrossolúveis e as lipossolúveis. 

As substâncias hidrossolúveis chegam ao interior das células somente após atravessarem os poros contidos nas proteínas transportadoras. Contudo, este transporte somente ocorrerá se estas substâncias forem menor do que o tamanho do poro desta proteína.

No caso das substâncias lipossolúveis, estas atravessam a membrana plasmática bem mais facilmente, pois a maior parte da membrana plasmática é formada por lipídeo. Aqui, as substâncias não necessitam ser pequenas, necessariamente, para chegarem ao interior da célula.

Este processo de entrada e saída de substâncias através da membrana plasmática são conhecidos como transporte passivo (difusão e osmose) etransporte ativo (endocitose, fagocitose, exocitose).

Curiosidade: As substâncias hidrossolúveis que atravessam a membrana plasmática são: água (H2O), oxigênio (O2), gás carbônico (CO2), uréia, vitamina C, glicose, ácido salicílico, ácido láctico, proteínas pequenas (menores que o tamanho dos poros das proteínas transportadoras), aminoácidos e sais minerais.

 

 

Fonte: http://www.todabiologia.com/citologia/celula_animal.htm